close
smiling-cups

Como vocês sabem, eu trabalho com comunicação. Uma das minhas tarefas é entrevistar um dos colaboradores que se destacaram para o jornal interno da empresa. Todos com que conversei não se destacaram por ter os melhores resultados, ou ser mais eficientes. Eles foram escolhidos por serem os mais queridos.

É gostoso fazer esse bate-papo. Cada um tem uma visão de mundo, passaram por coisas diferentes na vida, e tem o seu trabalho em comum. Outro ponto que todos tem em comum – pelo menos até agora – é como encaram a felicidade. Para eles, felicidade não cai no céu. Não é algo inatingível. Não é algo que deve esperar.

Ser feliz é uma escolha que você faz todos os dias.

Todos os dias nós escolhemos como encarar a vida, passar pelos obstáculos e nos relacionar. Coisas boas e ruins acontecem com todas as pessoas, mas como você lida com cada momento é que vai definir como será sua vida.

Neste artigo, o monge Jorge Mello mostra uma opinião interessante:

O monge Jorge Mello, um dos difusores do conceito de Simplicidade Voluntária no Brasil, acredita que felicidade é, sim, opção. “A escolha começa ao aceitarmos que é possível ser feliz, aqui e agora, sendo quem eu sou, o que abre um horizonte de transformações rumo a uma caminhada consciente e autônoma. Faz parte da natureza humana estar alegre ou triste; ser feliz está para além dessas condições emocionais transitórias”, afirma.

Pesquisas já foram realizadas sobre o tema, mas nunca chegaram a uma fórmula mágica. Pessoas que tinham tudo para ser infelizes se apresentavam como feliz. Momentos trágicos podem trazer consequências maravilhosas para a vida e assim por diante. Traduzir a felicidade é impossível, pois cada um tem a sua.

Eu, pessoalmente, acredito muito na simplicidade. Acredito na mente tranquila e no riso fácil. Tenho buscado viver em paz, mas ainda é difícil. Tenho tendência à preocupação, perdendo momentos valiosos da minha vida. Enfim, vou lutando até um dia conseguir

Para quem quer se aprofundar no assunto, existe um documentário muito bom chamado Happy. Confira o trailer aqui:

Happy – A Documentary Trailer from Wadi Rum Films on Vimeo.

(Dica de amiga: ele está no Netflix!)

E você? Como diria o supermercado: “O que você faz pra ser feliz?” (Se descobrir uma fórmula mágica, me conta!)

PS: Este post foi originalmente publicado no meu antigo blog, o Coruja Pop.

Tags : escolhafelicidadefeliz
Ana Claudia

The author Ana Claudia

Jornalista, blogueira e batata-frita friendly. Adoro escrever sobre pessoas inspiradoras, ideias bacanas e coisas fofinhas. Sou uma pessoa legal, exceto quando estou com fome =x

Leave a Response